Curiosidades

Vibradores de bronze encontrados em antigas tumbas mostram preferência dos antigos chineses

Redação
Postado por Redação

Durante a antiga dinastia Han da China, a vida pareceu ter oscilado muito entre o tradicional e o liberal, a partir de várias descobertas feitas em uma série de escavações entre 1995 e 2011, em torno da província de Jiangsu, perto da atual Shanghai.

Descobriu-se que além de vários itens da vida cotidiana, que iam desde vasos de cerâmica até outras obras de arte, algo pouco convencional se encontrava presente nos corpos (sim, inserido nos corpos) dos aristocratas.

Os dildos (ou vibradores, como chamamos hoje em dia com a tecnologia presente), são feitos de jade, que era um material muito reverenciado na época. Segundo a crença popular, o mineral Jade afastaria “a decadência espiritual e corporal” e por esse motivo os aristocratas eram enterrados com esses objetos inseridos em seus orifícios, a fim de evitarem “a perda de essências vitais”.

Em uma entrevista para o IFL Science o curador Fan Zhang declarou: “Esses plugues de jade eram utilizados para selar o corpo e manter as ‘essências vitais’ que poderiam vazar durante a vida e a morte. Basicamente era evitar que o ‘chi’ vazasse”.

As escavações também revelaram que a elite da dinastia Han não era tão diferente dos antigos aristocratas: eles utilizavam falos de bronze ocos, que os pesquisadores supõem terem sido usados para relações sexuais, já que estavam gastos em sua base.

A conclusão é esta pelo achado de vasos de vinho e outros itens que associavam o prazer do corpo com as crenças religiosas. Estes artefatos estão intactos há cerca de 2 mil anos e serão exibidos pela primeira vez fora da China em uma exposição chamada “Tomb Treasures” no Asian Art Museum em San Francisco que começa hoje, 17 de fevereiro, e irá até 28 de maio de 2017.

Fonte:misteriosdomundo

Comentários

Deixe um comentário