Vídeo: homem morre espancado por PM e segurança do Carrefour, em Porto Alegre

foto: reprodução

João Alberto Silveira Freitas de 40 anos morreu depois de ter sido espancado por um segurança e um Policial Militar, no estacionamento do Carrefour de Porto Alegre (RS). O fato aconteceu na noite da última quinta-feira (19) no bairro Passo D’areia na Zona Norte da cidade, véspera do Dia da Consciência Negra. As informações são do Paraná Portal. Assista abaixo o vídeo da agressão.

De acordo com testemunhas ouvidas pela polícia, “Beto”, como era conhecido, estava no supermercado acompanhado da esposa, quando discutiu com uma funcionária do supermercado e fez gestos que causaram uma confusão. Esta mesma funcionária acionou a segurança do estabelecimento, que levou Beto para fora, momento em que ocorreram as agressões.

Os dois agressores foram presos em flagrante e levados até a Delegacia de Homicídios para prestar depoimento, mas escolheram pelo direito de permanecer em silêncio durante o interrogatório. Os dois vão responder por homicídio triplamente qualificado.

Carrefour

O Carrefour chamou o ocorrido de “ato criminoso”, anunciou o fechamento da loja em respeito a vítima e que vai romper o contrato com a empresa que presta segurança, veja a nota abaixo.

Protestos

A morte de Beto, um homem negro, ocorreu justamente um dia antes do Dia da Consciência Negra, e revoltou a comunidade que luta pelos direitos e igualdades raciais. A candidata a prefeitura de Porto Alegre, Manuela D’Ávila (PCdoB), que está no segundo turno, convocou uma manifestação para a frente do Carrefour, já na noite desta a partir das 18h.

A bancada negra de vereadores eleitos em Porto Alegre, decidiu transformar a transmissão sobre a Consciência Negra, em um protesto na frente do Carrefour, nesta manhã.

Portal Manaus Alerta