Cidades

Wilson Lima anuncia novo mutirão de vacinação contra Covid-19 em Iranduba

FOTO: Lucas Silva/Secom

O governador Wilson Lima anunciou mais uma edição do mutirão da campanha Vacina Amazonas, neste sábado (21), no município de Iranduba (distante 27 quilômetros de Manaus). A ação ocorrerá das 8h às 17h, em três pontos montados na cidade. E tem como objetivo intensificar a aplicação da primeira dose (D1) de imunizante contra a Covid-19 em adolescentes de 12 a 17 anos.

Para atender ao público, o Governo do Estado, em parceria com a prefeitura de Iranduba, montou um ponto na Praça dos Três Poderes, localizado na rua Rio Solimões, que funcionará em sistema drive-thru; um ponto de pedestres na Escola Estadual Isaías Vasconcelos, na avenida Rio Madeira, S/N; e um ponto de pedestre na Escola Estadual Senador João Bosco, no Cacau Pirêra.

“Nós estamos destinando 3 mil doses para a gente avançar nessa vacinação dos adolescentes de 12 a 17 anos de idade. Nós vamos estar em três pontos. É importante essa ação para que a gente possa garantir um retorno às aulas de forma segura, que no interior deve acontecer a partir do dia 8 de setembro”, disse Wilson Lima.

Cada ponto contará com 10 postos de vacinação e um efetivo de 30 servidores do estado para dar agilidade na ação. A meta da força-tarefa é vacinar 3 mil crianças e adolescentes. Para isso, foram disponibilizadas vacinas da Pfizer/BioNtech.

O Secretário de Estado de Saúde, médico Anoar Samad, reforçou que a estratégia do Governo do Estado é avançar na vacinação de adolescentes do município, que já alcançou 80% de cobertura da primeira dose e quase 50% da segunda dose.

“Os mutirões de vacinação têm contribuído para acelerar a cobertura vacinal contra a Covid-19 em Iranduba e nos demais municípios do estado. Com essa nova mobilização de vacinação de adolescentes, o município de Iranduba irá alcançar a meta de vacinar todos os grupos prioritários de forma mais rápida. É muito importante que pais, mães e adolescentes se vacinem. A vacina protege você e quem você ama”, afirmou Dr. Anoar.

O mutirão segue com apoio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), Fundação de Vigilância e Saúde Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), Secretaria de Educação de Educação e Qualidade de Ensino do Amazonas (Seduc), Secretaria de Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti) e Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Estado do Amazonas (Idam).

Documentos

Para se vacinar é necessário que o interessado resida no município. Para quem tem mais de 18 anos e irá tomar a primeira dose, é necessário apresentar um documento original com foto com o número do RG, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência (original e cópia).

Jovens entre 12 e 17 anos precisam apresentar os mesmos documentos e deverão estar acompanhados por um responsável maior de idade.

Para os que irão receber a segunda dose é obrigatório apresentar documento original com foto, CPF ou cartão SUS e o cartão de vacinação.

Com informações da assessoria