Wilson Lima inaugura abatedouro de bovinos em Matupi

foto: Tácio Melo/Secom

O governador Wilson Lima inaugurou, neste sábado (19), o abatedouro Frigorífico Manaós Comércio de Carnes e Cereais Ltda – “Frigonosso”, localizado no Distrito de Santo Antônio do Matupi, em Manicoré (a 884 quilômetros de Manaus). O abatedouro terá a capacidade de abater, diariamente, 300 cabeças de gado, e gerar inicialmente 80 empregos diretos.

Na ocasião, foi concedido o selo de qualidade e inspeção com o Serviço de Inspeção Estadual (SIE) ao frigorífico. O selo foi concedido pela Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf), autarquia vinculada à Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror).

Os produtos fabricados no frigorifico serão carne resfriada e congelada de bovino com osso, carne industrial e miúdos congelados. O governador Wilson Lima enfatizou a importância dos investimentos do governo estadual para o fomento da economia no sul do Amazonas.

“O sul do Amazonas tem um potencial muito grande para o desenvolvimento do agronegócio. Temos acompanhado ao longo deste ano a colheita de grãos superior a do ano passado, e também uma atividade pecuária significativa com a vinda de empresários e investidores, levando em consideração o rebanho que temos aqui e a condições que o nosso estado tem criado para que esses investimentos sejam feitos. São investimentos que têm vindo porque esses empresários acreditam no apoio que estamos dando, e vim como forma de agradecimento pelo apoio na geração de emprego e renda”, destacou o governador.

O SIE é necessário para que os que os produtos de origem animal dos municípios do Amazonas possam ser comercializados dentro do Estado, com garantia sanitária, resguardando a saúde pública e a qualidade sustentável de forma responsável, minimizando os impactos ambientais e tornando também esse um produto viável economicamente para o consumidor.

Produção

O Amazonas conta com 12 abatedouros com o SIE, localizados nos municípios de Iranduba, Itacoatiara, Boca do Acre, Manaus, Rio Preto da Eva, Tabatinga, Tefé, Lábrea, Humaitá e Manicoré.

“A região de Matupi, bem como 13 municípios do estado já estão livre de febre aftosa sem vacinação com reconhecimento nacional. Isso possibilita ao produtores da região que possam comercializar seus produtos para todo o Brasil”, destacou o diretor presidente da Adaf, Alexandre Araújo.

Com informações da assessoria