Amazonas

Wilson Lima participa da abertura do maior fórum de investimentos estrangeiros para o Brasil

Foto: Diego Peres/Secom

O governador Wilson Lima participou da abertura do Fórum de Investimentos Brasil 2021 (BIF), nesta segunda-feira (31). O BIF é o maior evento de investimentos estrangeiros da América Latina para o Brasil e, neste ano, acontece de forma virtual. Segundo o governador, é importante que os investidores estrangeiros conheçam os potenciais do Amazonas, uma economia que alinha preservação ao desenvolvimento sustentável.

O evento é organizado pela Apex-Brasil, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Governo Federal. A abertura contou com a participação do presidente Jair Bolsonaro. O estado do Amazonas terá um estande próprio para apresentar os projetos de investimento desenvolvidos e dialogar com investidores potenciais.

“Nosso desafio é conciliar todo esse recurso natural que nós temos com o desenvolvimento econômico. Nosso desafio é provar que isso é possível. Transformar esses ativos ambientais em benefícios para o nosso povo e que a gente possa criar esse ambiente de negócios para as empresas que têm interesse em investir no estado do Amazonas”, ressalta Wilson Lima.

Em um vídeo que será exibido durante o Fórum de Investimentos Brasil 2021, Wilson Lima destaca que o Amazonas é o maior estado em extensão territorial do país e com maior extensão de floresta contínua do planeta, com 97% de área preservada. São mais de 1,5 milhão de metros quadrados em extensão com mais de 4 milhões de habitantes e a maior reserva de água doce do planeta.

 

Zona Franca

O governador destaca, ainda, a Zona Franca de Manaus como um modelo econômico de sucesso, ao concentrar quase 500 empresas. Em 2020, o faturamento do Polo Industrial foi de mais de R$ 120 bilhões.

“Aqui estão as mais importantes marcas do mundo e que geram, aproximadamente, quase 100 mil empregos diretos. A Zona Franca é essencial na geração de emprego e renda, mas, sobretudo, na preservação dos nossos recursos ambientais. Estou trabalhando, nesse momento, para prorrogar a lei de incentivos fiscais do Amazonas para esses investidores, garantindo esse ambiente propício para o negócio”, diz o governador.

Neste mês, Wilson Lima iniciou os debates, junto aos representantes da indústria, para a prorrogação da lei que regulamenta a Política Estadual de Incentivos Fiscais e Extrafiscais – Lei nº 2.826, de setembro de 2003, que tem vigência até 2023.

 

Amacro

Wilson Lima ressalta, ainda, o projeto Amacro, selecionado para encabeçar o portfólio de projetos de atração de investimentos do Amazonas. Com apoio do Governo Federal, o Amacro pretende criar uma zona de desenvolvimento sustentável compreendendo o sul do Amazonas, o leste do Acre e o noroeste de Rondônia. Abrange 32 municípios, um total de 465,8 mil km² e população estimada em aproximadamente 1,7 milhão de pessoas.

Na feira, será destacado o projeto Humaitá Zagaia, que está em implantação e tem por objetivo a formação de um grande complexo agroindustrial incentivando a produção de grãos como insumo para a fabricação de ração, fomento à piscicultura, avicultura, suinocultura, e atração de frigoríficos.

O projeto abrange ainda a infraestrutura necessária, com silos de armazenagem, geração de energia solar fotovoltaica, capacitação e qualificação de pessoas. O Zagaia prevê o investimento privado da ordem de R$460 milhões, com geração de 12 mil empregos diretos e indiretos.

Os potenciais do Amazonas e dos demais estados que compõem a Amazônia foram ressaltados na abertura do fórum. “Reconheçam o potencial da Amazônia e do biocomércio que a Amazônia representa para o mundo. Esse congresso é muito importante para o biocomércio”, disse o presidente do BID, Mauricio Claver-Carone.

 

BIF

Considerado o maior evento de investimentos estrangeiros da América Latina, o BIF reúne autoridades do governo federal, estaduais e executivos de grandes empresas do Brasil e do mundo, além de representantes da academia, imprensa e formadores de opinião.

Nesta edição, o Fórum destaca as oportunidades de investimentos em setores estratégicos, como agronegócios, energia, infraestrutura, inovação, saúde e tecnologia, entre outros. Esta será uma oportunidade única para discutir as melhorias no ambiente de negócios no Brasil.

O evento terá painéis de discussão de alto nível, com representantes do governo e CEOs de importantes multinacionais, sala de apresentação de projetos públicos e privados no Brasil que estão buscando aporte de investimentos e a oportunidade de networking com representantes de governos estaduais e participantes.