TV e Famosos

Xuxa é acusada de calúnia por ex-diretora de seus programas

Foto: Reprodução

A ex-diretora dos programas de Xuxa na Globo, Marlene Mattos registrou uma ocorrência contra a rainha dos baixinhos no 42ª DP do Rio. De acordo com a assessoria da Polícia Civil do Rio de Janeiro, o caso foi encaminhado ao Juizado Especial Criminal (JECRIM).

De acordo com o jornal O Globo, Marlene acusa Xuxa de calúnia, devido ao que havia dito em uma entrevista à Revista Veja no mês de janeiro deste ano, sobre a fase no começo do seu sucesso e sua inocência nos negócios. Três dias após a entrevista ter se tornado pública, Marlene foi a delegacia para prestar a queixa, que só se tornou pública recentemente.

Na entrevista, o jornalista pergunta: “Antes de assumir o controle de sua carreira e negócios levou muitos golpes?”, e Xuxa responde: “Olha, eu poderia ser duas ou três vezes mais rica. Fui tudo o que as pessoas imaginam: enganada, usada, manipulada, roubada. Quando falo disso, vem logo a imagem da Marlene, mas não foi só ela. Insisto em dizer que confiei demais em todas as pessoas próximas a mim. Fui passada para trás por coreógrafo, maquiador, fotógrafo. Digo sem vergonha que fui inocente, boba, burra mesmo’”, consta nos autos policiais.

A apresentadora afirmou, em entrevista ao jornalista Luis Erlanger no Instagram, ter sido um fantoche da empresária, mas estava ciente de tudo o que ocorria, e o rompimento foi por uma divergência de projetos relacionados ao público infantil.

“Eu era um fantoche, mas porque eu quis, porque eu deixei. Fui deixando cada vez mais minha vida na mão dela. Minha vida particular, pessoal e profissional. As coisas se juntavam e estava tudo na mão dela. Ela era diretora, manager, empresária… Teve um momento, como todos sabem, que meu interesse era trabalhar com programa infantil e ela já não acreditava mais nisso.”

Xuxa e Marlene tiveram uma parceria de 18 anos, que começou em 1984, na extinta Manchete e seguiu na Globo nos programas “Xou da Xuxa”, “Xuxa Park” e “Planeta Xuxa”(1997-2002).

Vale lembrar que a apresentadora ainda não se posicionou sobre o assunto em suas redes sociais ou emitiu um comunicado à imprensa.

As informações são do Correio Braziliense e da UOL